Como fotografar pessoas?

Postado em Fotografia
on fevereiro 12, 2017

Essa é de longe a pergunta que mais ouço desde que ingressei no mundo da fotografia. Acredito que isso gera dúvidas não só por questões técnicas, mas também porque lidar com pessoas é sempre complicado em qualquer profissão, e na área da fotografia isso não poderia ser diferente. Lembro que nos meus primeiros ensaios eu costumava ficar muito mais tímida do que os clientes, isso porque eu tinha uma grande dificuldade em “criar laços” com eles a fim de estabelecer uma boa relação e fazer um bom trabalho. Pode até parecer meio exagerado me expressar assim, mas acreditem quando eu digo que ninguém ~ absolutamente ninguém ~ gosta de ser fotografado por alguém que simplesmente chega pra fazer o serviço, faz o que tem de fazer e ponto final. Ué, mas não é isso que todo fotógrafo faz? NÃO. A coisa é bem diferente prática.

Uma das coisas que mais me ensinaram sobre fotografar pessoas é que antes de capturar a “imagem física”, você  tem a responsabilidade (enorme) de capturar o interior, a essência, aquilo que a pessoa é ou o momento que ela vive. E pra chegar nesses pontos cruciais, é preciso que você conheça melhor a pessoa que está fotografando, nem que seja só por alguns momentos. Deixo claro que criar laços com o cliente não quer dizer que vocês precisam virar bests friends ou passear juntos pelo shopping no domingo, e sim que vocês precisam gerar uma confiança mútua, pra que ele confie no seu trabalho e você consequentemente, trabalhe melhor por se sentir à vontade com ele. Parece difícil, mas tem umas coisinhas que ajudam muito:

1. Conversar: Sim. Não tô falando de jogar conversa fora, mas sim de se conhecer e conversar sobre o que vocês podem fazer pra ter o melhor resultado possível nas fotos. Pergunte ao seu cliente como ele se vê agora e como ele gostaria de se ver nas fotos, pergunte o que ele quer passar com as imagens, o que ele gostaria de registrar, como ele gostaria de registrar… se possível tente apresentar pra ele suas ideias e faça também uma combinação das ideias de ambos, porque isso vai fazer com que ele perceba sua dedicação/competência e ao mesmo vai se sentir feliz porque você estar aceitando as ideias dele também.

2. Observar: Observe tudo, sempre. Vai fotografar uma mulher? Um homem? Um casal? Não importa. Observe o comportamento, o que há de mais bonito na pessoa, um detalhe que seria interessante pôr em evidência… eu entendo que são coisas realmente difíceis de fazer no começo, mas com o tempo o olhar da gente se acostuma. Observar é crucial na vida de um fotógrafo, porque a câmera não faz tudo sozinha né? Ela apenas registra a imagem que você, com seu olhar fotográfico, constrói. Exercitar isso é importantíssimo!

3. Deixar à vontade: A direção de fotografia nessas horas tem quer feita com bastante cautela. Eu particularmente adoro fotos espontâneas, mas já fotografei muitas pessoas que faziam inúmeras poses naturalmente e facilitavam bastante o meu trabalho. Quando você não tem a sorte de encontrar alguém assim, que se sinta à vontade diante de uma câmera, procure deixar a pessoa o mais à vontade possível. É aí que entra também o primeiro ponto que eu citei, a conversa. Mostre que a câmera é apenas um elemento a mais na história, e que na verdade vocês é que vão construir as imagens juntos. Não intimide nunca!

4. Tenha paciência: Fotografar pessoas não é fotografar paisagens. Pessoas se mexem, fecham os olhos, reclamam do sol, do frio, da chuva, das fotos que você tira, das poses que você pede pra elas fazerem… enfim, trabalhar com gente é complicado. Mas saiba se impôr com cautela que tudo dá certo, porque mesmo que você esteja sendo pago pelo seu trabalho e o cliente use isso como desculpa, nada justifica grosseria e desrespeito. Mostre que o resultado do processo não está só nas suas mãos e que vocês devem se ajudar pra fazer as coisas darem certo!

5. Faça com amor! Ame o que você faz, e não vise apenas o dinheiro na sua conta. Qualquer profissão precisa ser exercida com amor e dedicação pra que haja resultados positivos né? Se você não curte fotografar e faz isso apenas pelo ~money (não sei se existem fotógrafos assim né, mas…), sinto muito, mas você está destruindo a sua carreira e estragando o momento de alguém. Ninguém fotografa bem quando não está a fim, mesmo que o equipamento seja o top de linha mais desejado do momento. Então, evite transtornos futuros e mude de profissão o mais rápido possível se você estiver nessa vibe!

Volto essa semana com post novo, prometo! Até breve :*
PS: As fotos desse post são de um ensaio que eu fiz semana passada… foi um trabalho maravilhoso!

0

12 Comments

  • Reply Claudia Hi

    Uau suas fotos são lindas, dei uma rodada no seu blog e achei tudo muito lindo!

    Adorei as dicas pra fotografar pessoas. Eu não sou fotógrafa (profissional) e acabo fotografando que nem paparazzi: uso o zoom pra tirar uma foto de alguém que está no ângulo certo e abaixo a câmera rapidinho pra pessoa não ver e estragar com a espontaneidade da foto haha

    fevereiro 13, 2017 at 1:13 pm
    • Reply Mônica Ester

      Hahahahaha! Espontaneidade nas fotos é tudo que há né? Faço isso também sabia? Peço a pessoa pra ir se arrumando e quando ela menos espera eu já estou com umas 20 fotos registradas!

      Que bom que vc gostou daqui! <3

      fevereiro 13, 2017 at 4:55 pm
  • Reply KARINE

    amei o post e concordo com tudo que disse ♥ no final, fazer uma foto é fácil, fazer uma foto que ~fale e signifique alguma coisa, é algo bem diferente, né? dirigir pessoas foi o mais complicado pra mim depois que comecei a fotografar, mais até do que regular todas os controles manuais da minha câmera, hahaha.

    fevereiro 13, 2017 at 3:31 pm
    • Reply Mônica Ester

      É verdade! A câmera a gente regula e guarda tudo na cabeça né? Mas gente não dá pra configurar né? Foi bem difícil pra mim também, mas hoje (ainda que não seja tão fácil) eu lido de um jeito muito mais tranquilo com isso 🙂

      fevereiro 13, 2017 at 4:54 pm
  • Reply Maíra

    Que dicas lindas <3 eu amo fotografia, ser fotografada e fotografar. E no ano passado, eu tive o prazer de ser fotografada por uma fotógrafa mara, que virou a minha favorita de todos os tempos. E ela me conduziu de uma maneira tão gostosa, mesmo que eu que sinto super de boa na frente de uma câmera, foi mágico, e lindo <3 realmente fotografar pessoas, não é fácil, mas fazendo com amor, e com dedicação, vai sair lindo! Eu tive o prazer de fazer um primeiro ensaio, e tentei passar tudo que passei aquele dia, pra ela <3 foi encantador ahah adorei o post <3 guardar pra vida essas dicas!

    fevereiro 13, 2017 at 7:36 pm
    • Reply Mônica Ester

      Fotografia é mágico né? A gente experimenta inúmeras sensações quando fotografa e quando se é fotografado também… é maravilhoso!

      fevereiro 15, 2017 at 6:45 pm
  • Reply Clayci

    Lembro dos meus trabalhos há alguns anos atrás e percebo o quanto evolui nesse quesito sabe? No começo eu ficava nervosa e deixava a pessoa nervosa na hora do ensaio rs..
    Mas deixa ela a vontade e´o segredo <3

    Adorei as dicas

    fevereiro 21, 2017 at 11:14 pm
    • Reply Mônica Ester

      Isso mesmo! No começo a gente leva uns baques feios até aprender… mas depois pega a prática e fotografa super de boas!

      fevereiro 23, 2017 at 4:11 pm
  • Reply Bruna

    Ai que post lindo! <3
    Eu queria criar mais intimidade com a minha câmera, mas a gente anda se desentendendo ultimamente. Fotografar pessoas realmente é um trabalho delicado. Tenho um amigo que tem um projeto pessoal e ele faz isso com muita excelência, saca só: http://imagemsonhada.com.br/

    Vamo fazer parceria, Mônica! haha To louca pra voltar a postar looks lá no BdP!

    fevereiro 23, 2017 at 12:33 am
    • Reply Bruna

      By the way, as fotos desse post são tuas? Porque estão muito incríveis ♥

      fevereiro 23, 2017 at 12:35 am
    • Reply Mônica Ester

      Menina, vi que tu postou no face ontem sobre o trabalho dele! Fiquei encantada… de uma delicadeza só! Vamos fazer parceria sim sim <3

      fevereiro 23, 2017 at 4:09 pm

    Leave a Reply

    Posts Relacionados