Browsing Category:

Internet

Um amor chamado Grace and Frankie

Postado em Aleatoriedades, Cotidiano, Internet
on fevereiro 21, 2017

Pra quem ainda não sabe (acho difícil alguém não saber né, já que tratei de espalhar isso pro mundo inteiro via facebook) eu sou uma recente adepta do limbo televisivo/cinematográfico chamado Netflix. Digo com toda certeza que é um limbo porque você fica preso ali dentro e mesmo que queira sair, SIMPLESMENTE NÃO DÁ. Resisti até onde pude pra não ter que fazer a bendita assinatura porque eu sabia que no momento que isso acontecesse, eu teria que dar adeus a minha vida social e os estudos pro meu tcc iam ficar comprometidos; mas ver a galera falando de todas as séries e surtando entre si sem que eu pudesse surtar também ~ coisa que adoro fazer ~ foi meio desesperador. Daí peguei o cartão de crédito no impulso mesmo e bam! Dois minutinhos depois já estava perdida no meio de tanta coisa pra assistir ~ e surtando também.

Os amigos logo vieram com trocentas indicações pra mim e eu com carinho anotei todas elas na minha listinha mental, mas a Cláudia (oi miga), foi mais esperta e logo fez minha cabeça pra que eu assistisse umas das melhores séries que eu já vi na vida: Grace and Frankie. 

“Grace (Jane Fonda) e Frankie (Lily Tomlin) estão encarando a temida “3ª idade”, mas não da forma que imaginavam. Quando os seus respectivos maridos revelam que estão apaixonados um pelo outro e planejam se casar, a vida delas é virada de cabeça para baixo. Agora, elas estão ligadas eternamente por esse acontecimento e, já rivais, descobrirão que podem ter que tomar conta uma da outra.”

A única coisa que tenho a dizer sobre isso é: NÃO SEI PORQUE NÃO ASSISTI ANTES. Eu geralmente costumo assistir dois episódios das minhas séries por dia, porque assim as outras atividades diárias não ficam comprometidas, mas agora que estou de férias da faculdade e precisando dar uma desopilada por causa da minha ansiedade, tenho passado praticamente a tarde inteira e o fim de noite grudada na tela do pc, alternando entre os epis de Grace and Frankie e The Clone Wars (depois faço um post sobre isso também). 

Mas sério, quem ainda não assistiu Grace and Frankie e curte uma comédia das boas, eu super indico. Sou muito fã da Jane Fonda e quando vi que ela estava no elenco dei logo aquela piradinha básica, e a Lily Tomlin é uma fofa desde sempre. A conexão que existe entre as duas personagens e a desenvoltura das duas atrizes é uma coisa maravilhosa de se ver… elas cativam demais! Na verdade todos os personagens são bem cativantes, até a mesmo a Brianna (filha da Grace) chata que só ela sabe ser.

Os epis são curtinhos (em torno de 30min) e até agora estão disponíveis por lá duas temporadas, sendo que a terceira  já começa agora no dia 24 de março. Eu recomendo sem medo! Dei boas risadas assistindo e tenho certeza que vocês também vão se divertir muito se derem uma chance. Vou deixar o trailer aqui embaixo tá? Se alguém já tiver assistido me conta o que achou nos comentários, quero muito saber!

Até breve! :*

Vem cá ler isso que é importante

Postado em Cotidiano, Desabafos, Internet
on fevereiro 3, 2017

Então né, não é novidade pra vocês que esta pessoa que vos escreve sofre (bastante) com ansiedade. Não aquela ansiedade normal que todo mundo sente antes de algum acontecimento importante sabe, mas sim aquela que te paralisa no meio do dia sem qualquer motivo aparente. Pois bem, tenho sofrido com essas crises desde o final do ano passado, e sempre que posso ~ e consigo ~ tento pesquisar ao máximo sobre o assunto, justamente pra poder conhecer novos meios de lidar com a situação e não me sentir tão pressionada como geralmente me sinto. E cara, vale muito a pena! Aquilo que a gente não conhece tem o poder de assustar um pouco, mas sempre que buscamos compreender as coisas com mais cautela e sabedoria a mente vai se abrindo pra novos horizontes e pra possíveis mudanças 🙂

Semana passada eu estava visitando os blogs que costumo acompanhar e me deparei com uma postagem super fofa lá no blog da Karine que me trouxe uma enxurrada de lembranças: “15 quadrinhos da Gemma Correll que definem a minha vida.” Gemma ilustra de forma bem coerente muitas situações que eu e você com certeza já vivemos, e muitas delas eu vivi em especial justamente por causa das minhas crises de ansiedade. São coisas que aos olhos de outras pessoas parecem ser extremamente insignificantes, mas pra gente que vive a tensão constante de se auto pressionar em absolutamente tudo, a coisa vem de um jeito bem diferente. Eu até separei uns quadrinhos aqui que são a minha cara:

Foi aí que eu me lembrei de umas coisas bem interessantes que eu encontrei na web enquanto fazia as minhas pesquisas, porque se tem uma coisa que eu amo na internet é essa capacidade que ela tem de ser extremamente provedora nesse sentido. O BuzzFeed por exemplo, não é o tipo de site que eu leio com frequência, mas de vez em quando eu encontro umas preciosidades por lá que só vendo, e foi exatamente o caso dessa matéria aqui ó: “Como monitorar a sua saúde mental em um diário em tópicos” que eu li por indicação de uma amiga que também sofre de ansiedade e sempre “troca figurinhas” comigo sobre o assunto. No resumão aqui pra vocês, a matéria é basicamente sobre o uso do famoso bullet journal pra monitorar o seu dia a dia, registrando informações importantes sobre sua saúde física e mental. Achei a ideia maravilhosa, porque o ato de escrever de maneira organizada o que você está sentindo te ajuda a enxergar padrões de ansiedade e também a encontrar meios para entender o que acontece com o seu corpo e a sua mente nesses momentos. Leiam a matéria que é sem dúvida de grande valia, super recomendo!

Outro link que também encontrei lá no BuzzFeed e de cara já compartilhei com os migos mais queridos e chegados foi esse aqui: “17 coisas que todo ansioso gostaria que você soubesse.” Rapaz, nunca li algo tão verdadeiro em toda minha vida. Tem coisas que a gente sente e não consegue explicar de jeito nenhum, mas felizmente vem o povão da web aí pra facilitar as coisas né? O chato é que muitas vezes essa discussão se torna até um pouco frívola, justamente por ter se espalhado pela web meio que como uma “modinha” e muita gente ter vestido a carapuça… mas enfim, isso não é discussão pra essa postagem. Só vim aqui pra trocar essa ideia com vocês porque eu estava realmente bem reflexiva sobre isso, e sempre é bom dividir o que a gente sente/sabe com outras pessoas né? E se por acaso algum de vocês também sofrer desse problema e quiser conversar/desabafar sobre, estou sempre a disposição tá?! Sinaliza aí nas minhas redes sociais que eu respondo rapidinho 🙂